Lindo"

terça-feira, 28 de fevereiro de 2012


Aula:  “Bem Aventurados os que são mansos e pacíficos” – A paciência
Turma: 1º Ciclo - Faixa Etária: 9-10 anos.

 * PACIÊNCIA, MANSUETUDE: “Sede pacientes. A paciência é também caridade e deveis praticar a lei de caridade ensinada pelo Cristo, enviado de Deus. A caridade que consiste na esmola dada aos pobres é a mais fácil de todas. Outra há, porém, muito mais penosa e, como decorrência, muito mais meritória: a de perdoar aos que Deus situou em nosso caminho, para serem instrumentos do nosso sofrimento e para nos experimentarem a paciência “. (Allan Kardec, em O Evangelho Segundo o Espiritismo. Capítulo IX. Bem-aventurados os Brandos e Pacíficos. Item 7. A Paciência)
“Quando você se observe à beira da impaciência, capaz de arrojar-lhe o coração ao espinheiro da angústia, conte as vantagens de que dispõe, de modo a imunizar-se contra o assalto das trevas.” (André Luiz)

I – Acolhida e Prece.
II – Harmonização.
       Pedir aos Evangelizandos para sentarem-se retos, com os pezinhos no chão, levemente separados, fechar os olhinhos e imaginar que estão flutuando. Imaginar agora que são envolvidos por lindas gotinhas de luz azul, que penetra em cada um deles, trazendo-lhes paz, harmonia e amor. Repetir algumas vezes a frase: _ Estou envolto na Luz. Sou paciente, amoroso e feliz. Devagar, conduza-os de volta ao momento presente, pedindo para mexerem devagar as perninhas, os bracinhos, a cabeça e, por fim, abrirem os olhinhos.
       Informar aos Evangelizandos que aqueles que cultivarem a paciência durante a aula serão premiados ao final.
III – Dinâmica.
      Emboladão
        Faz-se um círculo de mãos dadas com todos os participantes da dinâmica.
        O Coordenador deve pedir que cada um grave exatamente a pessoa em que vai dar a mão direita e a mão esquerda.
        Em seguida pede que todos larguem as mãos e caminhem aleatoriamente, passando uns pelos outros olhando nos olhos (para que se despreocupem com a posição original em que se encontravam). Ao sinal, o Coordenador pede que todos se abracem no centro do círculo, bem apertadinhos. Então, pede que todos se mantenham nesta posição como estátuas, e em seguida dêem as mãos para as respectivas pessoas que estavam de mãos dadas anteriormente (sem sair do lugar).
         Então pedem para que todos, juntos, tentem abrir a roda, de maneira que valha como regras: Pular, passar por baixo, girar e saltar.
         O efeito é que todos, juntos, vão tentar fazer o melhor para que esta roda fique totalmente aberta. 
         Ao final, pode ser que alguém fique de costas, o que não é uma contra-regra. O Coordenador parabeniza a todos se conseguirem abrir a roda totalmente.

IV – Contar a seguinte estória:
A paciência do sábio         
"Conta a lenda que um velho sábio, tido como mestre da paciência, era capaz de derrotar qualquer adversário. Certa tarde um homem conhecido por sua total falta de caridade apareceu com a intenção de desafiar o mestre. E o homem não poupou insultos. Disse-lhe coisas feias, jogou  pedras em direção ao sábio, cuspiu e gritou todos os tipos de ofensas. Durante horas ele fez de tudo para provocá-lo, mas o sábio permaneceu impassível. No final da tarde, já exausto e sentindo-se humilhado, o homem deu-se por vencido e foi embora...

Impressionados, os alunos perguntaram ao mestre como ele pudera suportar tanta indignidade. Aí o mestre perguntou:
- Se alguém chega até você com um presente e você não o aceita, a quem pertence o presente?
- A quem tentou entregá-lo, respondeu um dos discípulos.
- O mesmo vale para a inveja, a raiva e os insultos. Quando não são aceitos, continuam pertencendo a quem os carregava! A sua paz interior e o seu equilíbrio emocional dependem exclusivamente de você. Ninguém pode lhe tirar. Só se você permitir.
- Mas, senhor, porque o senhor não saiu de perto do ofensor?
- Ora, meus alunos, porque Deus permite que irmãos nossos nos sirvam de professores, com o objetivo de nos melhorar, diz o Evangelho Segundo o Espiritismo:
“Sede paciente, pois a paciência é também caridade, e deveis praticar a lei de caridade, ensinada pelo Cristo, enviado de Deus. A caridade que consiste em dar esmolas aos pobres é a mais fácil de todas. Mas há uma bem mais penosa, e conseqüentemente bem mais meritória, que é a de perdoar os que Deus colocou em nosso caminho para serem os instrumentos de nossos sofrimentos e submeterem à prova a nossa paciência."
     Nosso amado Mestre Jesus nos ensinou, com exemplos, durante toda a sua estada aqui na Terra, a sermos pacientes e caridosos com todos. Ele é nosso modelo, o caminho que devemos seguir rumo à felicidade!
Os alunos ficaram pensativos. Acontece que o homem que havia feito de tudo para afrontar o homem sábio estava escondido atrás de uma árvore, e ouviu tudo. Quedou-se envergonhado, muito meditou e resolveu conhecer mais sobre o Grande Mestre, que fazia seus seguidores serem tão harmoniosos e felizes.
V – Atividades:
1) Ampliar o criptograma abaixo, colar em uma cartolina e afixar no quadro, pedir aos Evangelizandos para ajudar a decifrá-lo. Explicar que para símbolos iguais, letras iguais. Aparecerão várias virtudes que devemos cultivar. Na coluna central aparece o tema dessa aula.
Cada Evangelizando deverá se levantar, observar o quadro, escolher uma letra e anotá-la nas casas correspondentes. O Evangelizador de auxiliá-los, incentivando-os e dando pistas, se necessário.






c
P

ä

£













ä
A

ƒ

"

Q

'

<

ä









$
C

ä

'

<

*

ä

*

"




¸


Ž

©

<
I


ä









c

'


*

V
Ê

È

$

<

ä







Ž


"

'

"

È
N
<

*

ä

*

"










$
C
N

P

P

ä

<

P

8

N


¥

ä

'

P

N

È

<
I

ä














ä
A
P

N

'










Solução:






c
P

ä
A
£
Z












ä
A

ƒ
L

"
E
Q
G
'
R
<
I
ä
A








$
C

ä
A
'
R

<
I
*
D
ä
A
*
D
"
E



¸
J
U
Ž
S
©
T

<
I

Ç
ä
A








c
P
'
R
U
*
D
V
Ê

È
N
$
C

<
I
ä
A






Ž
S
"
E
'
R

"
E
È
N
<
I

*
D
ä
A
*
D
"
E









$
C

N
O
P
M
P
P
ä
A
<
I
P
X

8
Ã
N
O
¥
H
ä
A

'
R
P
M
N
O
È
N
<
I

ä
A













ä
A
P
M
N
O
'
R






2)  Distribuir papéios coloridos para os Evangelizandos fazerem a seguinte flor de origami (retirada do site http://www.navegandonaweb.com/origami-passo-a-passo-flor/:


MONTAR UM LINDO QUADRO COM AS FLORES, ESCREVER A FRASE: “A PACIÊNCIA É A FLOR QUE PERFUMA O ESPÍRITO!” – Deixar o q uadro criado em exposição.

6 – Prêmio:
Os alunos que exerceram a paciência durante a aula ganharão o prêmio prometido (pode ser um picolé, um chocolate, uma caneta enfeitada).
7 - Prece final.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...