Lindo"

quinta-feira, 12 de julho de 2012

Entrevista: Grupo AME



É com imensa alegria que estou publicando a entrevista feita pelo meu Jardim Secreto com o Grupo AME - Arte e música Espírita, um grupo que há 23 ano divulga a doutrina espírita cristã através da música.
Algumas músicas do Grupo já foram publicadas aqui no blog. 
Gostaria de agradecer à Lila (Marília Leitão), integrante do Grupo e minha amiga, pela intermediação necessária para trazer um pouco da “alma” desses incansáveis trabalhadores do bem para nossa intimidade. Bem, aqui está a emocionante história do Grupo AME:

JSL - Primeiramente gostaria de  dizer que sou uma grande fã do Grupo há alguns anos, e agradecê-los pelos muitos momentos de paz e harmonia que suas canções me propiciaram sempre. Vocês podem nos contar como surgiu o Grupo AME?
Grupo AME - Laura, ficamos muito felizes por temos de alguma forma lhe ajudado propiciando esses momentos de paz e harmonia e nós lhe agradecemos o carinho. O Grupo teve sua origem na Mocidade Espírita Joana de Ângelis (MEJA) da então Comunhão Espírita Cearense, onde hoje funciona a FEEC – Federação Espírita do Estado do Ceará. O embrião do grupo surgiu da Coordenação de Arte e Música da MEJA (A MEJA ainda hoje está em plena atividade), que em 1986 começou a realizar eventos direcionados aos jovens espíritas de Fortaleza, e para esses eventos eram criadas músicas de acordo com o tema, bem como pequenas encenações apresentadas pelo jovens da mocidade.  Em março 1989,  motivados pelas Mostras de Arte realizadas pela  Aliança Espírita (Instituição Espírita hoje extinta),  a MEJA realizou um evento convidando outros jovens à apresentar seus trabalhos de arte com a temática espírita, o I AME (Arte e Música Espírita) que deu origem ao nome do grupo e em 01 de maio de 1989 oficialmente surgiu o Grupo AME, como uma equipe de trabalhadores da Casa que tinha como papel divulgar a Doutrina Espirita através da música.

JSL - No início a ideia era simplesmente cantar ou vocês já pensavam em gravar suas músicas?
Grupo AME - No início nosso objetivo era divulgar a música espírita, cantávamos as músicas que conhecíamos da MEJA,  de amigos e membros do grupo que tinham sido compostas para apresentação nas mostras realizadas pela Aliança Espirita e no I AME. Em 1990 alguns amigos muito queridos e que nos ajudaram muito, nos deram a ideia e nos encorajaram a gravar as músicas que cantávamos e o primeiro trabalho foi gravado em K7, de forma muito artesanal. Apesar de ter sido gravada em estúdio profissional com o patrocínio desses amigos, a reprodução das cópias era feita na casa de um outro amigo, que tinha um equipamento de som e nós reproduzíamos de 5 a 6 fitas consecutivamente, trabalhávamos madrugada a dentro para produzirmos as cópias. A capa da fita era em 02 cores marrom e branco. O desenho era uma mão segurando um pequeno broto, e as folhas do pequeno broto eram pintadas à mão por uma amiga, pois não tínhamos recursos para confeccionar as capas em 03 cores.

JSL - Como é feita a seleção das músicas de cada CD?
Grupo AME - Nós sempre nos preocupamos principalmente com a temática espírita. Quando iniciamos um trabalho, formamos um comissão com membros do grupo e outros amigos, que também trabalham com a música espirita, e além de analisarmos a beleza e   harmonia da melodia, temos todo o cuidado com a mensagem proposta, ela tem que ter o cunho espírita.

JSL - Quando surgiu a idéia de gravar o DVD em comemoração aos 20 Anos do Grupo AME?
Grupo AME - Na verdade nós planejávamos festejar os 20 anos do grupo de forma mais simples, íamos fazer uma apresentação sem maiores pretensões, mas alguns amigos ao tomarem conhecimento do nosso desejo, discordaram de nossa ideia despretensiosa, e nos deram a ideia de realizar o Show para gravação do DVD, e novamente recebemos a ajuda e incentivo para realizar o Show de 20 anos.

JSL - Como vocês podem descrever a caminhada do Grupo de sua criação até agora?
Grupo AME - Um eterno aprendizado e uma oportunidade de trabalho imensa. Conhecedores que somos de nossos defeitos e limitações, sabendo quanto temos que melhorar como indivíduos, esse trabalho é uma benção que Deus nos dá, para nos tornarmos  pessoas melhores. Depoimentos como o vosso nos emocionam e nos incentivam, pois como é bom saber que com o nosso trabalho, que fazemos com tanto amor e com o propósito de divulgar a mensagem Espírita. a mensagem Cristã, temos  ajudado de alguma forma as pessoas. Isso nos felicita,  nos alegra e também nos mostra como é grande a responsabilidade do trabalhador espírita, independentemente da frente de trabalho que procure em que atue.

JSL - Poderiam nos contar como a Espiritualidade acompanha os passos do Grupo AME?
Grupo AME - Temos recebido vez por outra, relatos de amigos, que nos informam da existência de espíritos  que compõe o Grupo AME na espiritualidade e  que nos acompanham neste trabalho, ratificando assim a importância do trabalho e a nossa responsabilidade como trabalhadores espíritas.

JSL - Gostaria de saber o nome de cada um dos integrantes do Grupo, por favor.
Grupo AME - Bem vou lhe informar os nomes e o papel de cada um:
Sopranos: Aline, Nayra, Marilia, Emiliana (que também é nossa preparadora vocal)
Contraltos: Liana, Silvia
Tenores: Vilaudo, Elizeu, Fransbeno
Baixos: Expedito, Silvano, Geovane, José (que também é nosso percursionista)
Violões: Eduardo, Rafael, Paulo Henrique.
Técnico de Som: Jean
Contamos ainda com a grande  ajuda de  amigos queridos, que estiveram no Show 20 anos::
Tarcisio Lima, que consideramos nosso grande e querido maestro, ele tem contribuído sobremaneira com o nosso trabalho, com suas composições e arranjos e em momentos como o Show de 20 anos, sempre está conosco no palco, com sua voz e violão.
Rafael Brito, flautista que está afastado por estar está morando em outro estado.
Sergio Melo, baixista que participou do grupo logo no seu início e hoje está nos acompanhando  nas apresentações do Show.
Regina Kinjo que fez o solo de Súplica, Além da Noite e Existir, também já participou do grupo e nos deu a alegria de estar conosco nesse momento de comemoração dos 20 anos de trabalho.

JSL - Como ficam esses corações ao subir no palco para encantar a todos com a música espírita? Pergunto porque costumo dizer que as músicas do Grupo AME são preces cantadas (fica aí uma sugestão de nome para um trabalho futuro – preces cantadas), então imagino que deve ser muito forte a emoção ao cantar para Jesus, podem compartilhar esse sentimento conosco?
Grupo AME - Ficamos sobretudo felizes, mas também ansiosos pois temos sempre a expectativa de darmos o nosso melhor, seja no sentimento, na energia, seja tecnicamente. Mas com certeza é extremamente gratificante, percebermos nas pessoas o sentimento de alegria, de felicidade de paz, quando conseguimos atingi-las e fazer com que a mensagem espírita regozigem-lhe a alma.

JSL - Sabemos que existem muitas pessoas que contribuíram e contribuem para a realização desse lindo sonho, mas gostaria de deixar um espaço para vocês, se quiserem, apontar algumas pessoas especiais nessa jornada  e nos contar o porquê delas serem especiais.
Grupo AME - Muitas pessoas nos ajudaram a realizar esse sonho,  a quem somos eternamente gratos, mas sem querer parecer injusto com ninguém, pois a contribuição de cada um foi de suma importância, nós homenageamos  no DVD  02 pessoas, que foram e são de grande importância para o grupo e para a concretização desse trabalho, nosso querido Tarcisio Lima e a nossa querida Gleyka Veras, por tudo o que contribuíram  na realização desse trabalho.

JSL - Poderiam dizer algo para os jovens das Mocidades Espíritas? (Por favor – agora a tietagem – deixem uma mensagem especial para a Juventude e a Mocidade da Escola de Evangelho Irmã Clara do Centro Espírita Francisco de Assis de Volta Redonda – nossa casa, bem como para todos os Evangelizadores e os Evangelizandos pequeninos).
Grupo AME - Como falamos anteriormente o Grupo AME surgiu a partir do trabalho dos Jovens da Mocidade Espírita Joana de Ângelis (MEJA), e como jovens que somos (pois apesar de estarmos hoje mais “maduros”) a força juvenil move nossa alma. O jovem, e principalmente o jovem espirita, possui uma energia criadora, um potencial transformador, com a capacidade de realizar coisas maravilhosas. Costumamos sempre dizer que o jovem espírita é a força renovadora da Doutrina. Serão os jovens de hoje que conduzirão o Espiritismo de amanhã, mas para isso é necessário o estudo, o trabalho, a disciplina, o amor à Deus, ao Cristo e comprometimento com o ideal espírita. Portanto coragem, fé, disciplina, persistência, nós jovens somos capazes de fazer muito, e digo “nós jovens”, pois é assim que nos sentimos.
O Trabalho do Evangelizador é também de suma importância, uma vez que é ele quem planta essa semente no coração de cada  criança, cada jovem. Senão fosse o trabalho dos evangelizadores, nós do Grupo Ame e tantos outros grupos que trabalham com a arte espírita, provavelmente não estaríamos fazendo o que hoje fazemos. Portanto somos-lhes gratos, pois vocês são também responsáveis por tudo isso e pelo que virá, vocês são os semeadores.

JSL - Nossos Evangelizandos já fizeram uma apresentação com a música “Roda Festiva” que muito encantou a todos. Poderiam nos contar um pouquinho da história dessa música?
Grupo AME - Laura quem irá lhe contar essa história será o próprio Tarcisio Lima, que abaixo à descreve:
"Roda Festiva", composição de um grupo de Espíritos que se auto-denomina "Os Amigos de Francisco", por meu intermédio, surgiu no dia 7 de setembro de 1990, na cidade de Viçosa do Ceará/CE, quando dos preparativos para a "I Semana Espírita" daquela cidade, que se realizaria naquele "feriadão", de 7 a 10 de setembro. O Grupo do "Centro Espírita João, o Evangelista", de Fortaleza/CE, do qual eu fazia parte, havia sido convidado para co-atuar na realização do evento. Nós fomos. No dia inaugural, dia 7, pela manhã, fomos ver o teatro da cidade, palco do evento, logo mais à noite... Para nossa surpresa, tudo estava por fazer: camadas de poeira no chão, nas cadeiras amontoadas, nas escadarias, no palco, etc, exigiam de nós muito esforço físico, para por tudo em condições da apresentação que dentro em pouco se daria ali! E, detalhe importante, toda essa desordem refletia bem a ambiência tumultuosa no espaço transcendental à nossa volta, onde vários Espíritos muito enciumados e invejosos, malévolos para com nossos trabalhos, tudo se dispunham a fazer para nos dissuadir de ali permanecermos e darmos nosso contributo à realização daquele Encontro. Alguns dentre nós, com algum potencial mediúnico (a maioria, ainda em franca deseducação) sentia toda a carga que vinha das vibrações morbosas desses irmãos infelizes, de modo que a nossa própria vibração se esvaía e quase estávamos a ponto de desfalecermos... Tivemos a ideia de cantarmos o mais alto e mais vibracionalmente possível, para nos reaproximarmos da costumeira faixa vibratória que alcançávamos em nossos trabalhos: tomei do violão e pusemos em prática essa nossa "tática de contra-ataque". Após cantarmos várias e várias músicas, sentindo a vibração do nosso grupo já bem mais elevada, eu comecei a "ouvir" (eu, que, em situações normais, não tenho o dom da Audiência!)... comecei a "ouvir" uns toques, uma canção... linda a canção, lindos os toques! Tentei reproduzir no meu instrumento os toques, a música que "ouvia"; reproduzi-os, o mais fielmente "possível", o que quer dizer que ainda longe estavam, como ainda longe estão, da harmonia e da beleza que se me davam a perceber! E, aos poucos, fui "vislumbrando" (eu, que, em situações normais, não tenho o dom da Vidência!)... fui "vislumbrando" um grande grupo de pessoas muito jovens dançando e cantando em torno a nós, numa apresentação que denotava ao mesmo tempo fé, otimismo, jovialidade, leveza, simplicidade, graça, apoio... e a canção desse grupo mais e mais se fazia nítida e "perceptível"... E eu, muito tocado, muito tocava, para cada vez mais me familiarizar com aquelas combinações sonoras, com aquela canção propriamente dita, que eu até já imitava, no violão... 
Terminados os preparativos, fomos para casa, para nosso preparo pessoal, antes dos trabalhos da noite. Lá chegando, aquele grupo espiritual, que se identificou como "Os Amigos de Francisco", me trouxe o texto da canção: era a descrição do que se tinha dado e passado no teatro, horas antes! Naquela mesma noite a canção foi apresentada, ao final da primeira noite da "I Semana Espírita de Viçosa do Ceará". — TJLima, o Tio Tarcísio :-)

JSL -  Agora gostaria que vocês deixassem uma mensagem para todos nós.
Grupo AME - Gostaríamos antes de tudo de agradecer a Deus, ao Cristo e a Espituralidade amiga, que tanto nos ampara. Aos nossos queridos irmãos, desejamos muita felicidade, e agradecemos o imenso carinho. Na verdade não sabemos se merecemos tanto, mas ficamos muito felizes em poder ajuda-los de alguma forma.

JSL - Muito, muito obrigada por espalharem o Evangelho a todas as Nações, aspergindo Luz no Mundo com suas tão belas canções. Que o Mestre Jesus abençoe todos os seus passos.  Muita paz!
Laura

Visitem o site do Grupo AME aqui!


Discografia:

Primeiro CD do Grupo AME. Uma belíssima seleção de músicas, onde a beleza da mensagem espírita se funde ao eterno chamado do Mestre Jesus. Contém 16 canções. 
Comemorando seus primeiros 10 anos, o grupo AME traz o CD Sementes. Reunie as canções dosprimeiros produtos lançados em LP e fita K7. Entre as vinte músicas do CD encontraremos clássicos do movimento espírita como Sempre a Servir e Hino a Bezerra de Menezes.


Músicas de Tarcísio Lima e Gleika Veras, de POEMAS extraídos do 1o. livro de Chico Xavier, Parnaso de Além-túmulo (FEB 1932). Encontraremos os poetas mortos Castro Alves, Augusto dos Anjos, Cassimiro Cunha, Abel Gomes, Antero de Quental etc na voz do Grupo AME.


CD Traduções é o mais novo trabalho do grupo AME. Lindas canções e a reafirmação do compromisso de divulgar a mensagem Espírita e Cristã através da arranjos primorosos do maestro Tarcísio Lima. Vale apena conferir.


Lançamento:
DVD Intimidade Espírita, comemorativo dos 20 anos do Grupo AME – Arte e Música Espírita de Fortaleza/CE.O DVD apresenta o evento realizado no Anfiteatro do Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura, em Fortaleza, contendo 19 canções selecionadas pelo grupo oriundas dos CDs já lançados.O Grupo AME atua em parceria com a Federação Espírita do Estado do Ceará e é um dos representantes legítimos da arte espírita.

Depois dessa "chuva" de emoção, só tenho a agradecer mais uma vez a todos os integrantes do Grupo AME, desejando a vocês, queridos amigos,  muita
Paz e Luz!
Laura




Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...